A importância de fazer um check up de saúde

Exames podem ser realizados no Saúde Univates

Compartilhe

Alguns hábitos, como o sedentarismo, o tabagismo, o consumo de bebidas alcóolicas e uma alimentação pobre em nutrientes, podem favorecer o aparecimento de doenças. Conforme dados da última Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada em 2019, 40,3% dos adultos foram classificados como insuficientemente ativos, 14,6% dos adultos tinham colesterol alto e 23,9% estavam com hipertensão.

De acordo com o médico cardiologista e diretor técnico do Saúde Univates, Márcio Mossmann, a grande maioria das pessoas que sofre acidente vascular cerebral (AVC)  ou doença arterial coronariana, o infarto, tiveram, ao longo de muitos anos, sobrepeso ou obesidade, fumaram e tiveram outros hábitos que aceleram o processo de aterosclerose.

Quando conseguimos eliminar esses fatores de risco, conseguimos retardar a progressão da doença e permitimos que o paciente tenha maior tempo de vida saudável

Márcio Mossmann, médico cardiologista e diretor técnico do Saúde Univates

Para isso, além da adoção de hábitos mais saudáveis, é indicada a realização de um check up de saúde, ou seja, uma avaliação médica de rotina.

Geralmente crianças fazem revisão mais frequente com pediatras e um check up pode ser indicado mesmo na infância e adolescência. “Há casos de crianças com colesterol e glicose elevados, que podem levar a doenças. Por isso, a idade para o início desse acompanhamento pode ser ainda na infância, mas é imprescindível a partir dos 40 anos”, diz o cardiologista.

“Se um paciente já tem colesterol, pressão arterial ou glicose elevados, a periodicidade será menor. Pessoas com exames dentro da normalidade podem realizar o acompanhamento de forma mais espaçada, observando também a idade do paciente e o histórico familiar”, esclarece o médico.

De acordo com Márcio Mossmann, o check up ideal varia de acordo com cada paciente e com o histórico familiar de doenças, especialmente em parentes de primeiro grau, como pais e irmãos. “Pessoas que têm familiares com histórico de doença cardíaca na família, por exemplo, devem fazer um check up que contemple exames de sangue que possam medir a taxa de colesterol e glicose. Para pessoas com histórico de câncer na família precisam ser adotados protocolos específicos. No caso de câncer colorretal, o indicado é que a pessoa comece o acompanhamento 10 anos antes da idade em que a doença foi diagnosticada no familiar. Assim, se o pai teve câncer de intestino aos 50 anos, o indicado é que os filhos iniciem acompanhamento aos 40”, explica Mossmann.

O acompanhamento de pacientes saudáveis para check up geralmente é realizado por médico clínico geral ou cardiologista. “É importante, porém, observar a particularidade de cada pessoa de acordo com as doenças que os pais tiveram”, finaliza Mossmann.

Exames para check up podem ser realizados no Saúde Univates

Conforme indicação médica, exames de check up como hemograma, glicose, creatinina, colesterol HDL, triglicerídeos, TGO, TGP e outros exames de análises clínicas podem ser realizados nos laboratórios do Saúde Univates.

As coletas podem ser agendas pelo telefone (51) 3714-7041, pelo WhatsApp (51) 3714-7000 ou pelo site saudeunivates.com.br. Os laboratórios do Saúde Univates estão localizados em Lajeado:

Saúde Univates
Avenida Alberto Müller, 1151
Bairro Carneiros – Lajeado
Setor C – Prédio 16

Atendimento e coletas
Segunda a sexta-feira: das 6h30min às 12h e das 13h às 17h
Sábado: das 7h às 11h

Hospital Bruno Born

Rua Júlio de Castilhos, 940
Bairro Centro – Lajeado
Laboratório de Análises Clínicas (LAC) – 13o andar

Atendimento e coletas
Segunda a sexta-feira: das 7h às 18h, sem fechar ao meio dia
Sábado: das 7h às 11h

Horário especial de final de ano para as duas unidades
24 e 25 de dezembro: Fechado
27 a 30: Atendimento normal
31 e 1º de janeiro: Fechado

Fale com a gente