Univates e Saúde Univates completam o primeiro ano de ações de combate à pandemia na região

Ao longo dos últimos dias diversas foram as datas simbólicas relacionadas à pandemia que completaram um ano - o primeiro ano desde que a emergência sanitária internacional foi decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o primeiro ano do primeiro caso no país e os primeiros 365 dias do primeiro óbito relacionado à Covid-19 no Brasil, são algumas delas. A crise de saúde segue lembrando a população da importância do cuidado e da prevenção individual para o benefício coletivo.

Compartilhe

Na última quarta-feira, 17, a Fundação Vale do Taquari de Educação e Desenvolvimento Social – Fuvates completou um ano desde a primeira iniciativa de enfrentamento à Covid-19. Em 16 de março de 2020, uma segunda-feira, a Universidade do Vale do Taquari – Univates decidiu que, no dia seguinte, as aulas seriam virtualizadas como uma maneira de conter o avanço do vírus.

Em menos de 24h houve a transposição integral da presencialidade da sala de aula para espaços virtualizados, graças ao aporte tecnológico já existente na Instituição. Enquanto os docentes e os estudantes da Univates se adaptaram, as equipes técnico-administrativas da Universidade e da Fundação adotavam o home office.

Os profissionais do Saúde Univates, que atuam no campus da Universidade e na rede municipal de saúde do município passaram a viver a pandemia no seu cotidiano de trabalho. A pandemia de Covid-19 colocou as organizações de todo o mundo e o poder público, em diferentes esferas, no centro de ação. Na Fuvates, iniciativas próprias e provocações da comunidade do Vale do Taquari têm, desde março de 2020, feito com que a Instituição esteja envolvida nas discussões e nas ações no enfrentamento à pandemia de maneira intensa. Para a reitora da Univates, professora Evania Schneider, o momento que a região vive é delicado.

”Não imaginávamos que um ano depois estaríamos vivendo tudo isso ainda e, numa intensidade assustadora”, afirma. “A Univates tem sido incansável e tem contribuído de diversas formas tanto na pesquisa, como na parceria com órgãos e entidades públicas e privadas para o enfrentamento desta pandemia”
Evania Schneider, Reitora da Univates

Em relação a manutenção das aulas e atividades da Universidade, a reitora agradece aos professores, estudantes e equipe técnica da instituição, “pessoas que, nesse tempo todo, têm se esforçado para oferecer o melhor atendimento e, acima de tudo, garantir o aprendizado e as condições de saúde e segurança nos casos das práticas que foram possíveis de serem realizadas”. Evania reforça a disposição e a solidariedade da Univates a todos os que sofreram e sofrem com as consequências desta pandemia. “Contem conosco – somos uma universidade comunitária e nossa missão é contribuir com a qualidade de vida das pessoas”, assegura.

Uma das ações lideradas pela Univates é o projeto Vale Vida, que busca oferecer, gratuitamente, à população dos Vales do Taquari e do Rio Pardo teleconsultas psiquiátricas e psicoterápicas, a partir de uma ferramenta tecnológica criada especificamente para o projeto. Teleconsultas estão disponíveis para até 600 pessoas durante a pandemia da Covid-19. O projeto foi submetido pela Univates, em parcerias com outras Instituições e empresas da região dos Vales, ao edital Inova RS Covid-19, da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict) do Estado do Rio Grande do Sul, que investiu R$ 1,2 milhão em soluções tecnológicas inovadoras no enfrentamento da Covid-19.

No âmbito acadêmico, a Univates possui iniciativas voltadas à pesquisa. Uma delas é o estudo liderado pelo professor doutor Luis Fernando Saraiva Macedo Timmers no qual foi realizada a análise de 627 genomas do SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19, isolados de indivíduos de diferentes regiões do Brasil. Durante o trabalho, os pesquisadores combinaram análises de genômica e bioinformática estrutural para avaliar a presença de mutações no genoma de SARS-CoV-2, com o objetivo de demonstrar quais são e onde, na estrutura do vírus, estão as mutações mais prevalentes. O estudo expande o conhecimento sobre a interação do vírus da Covid-19 com o organismo humano.

Além disso, a professora doutora Márcia Inês Goettert, do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGBiotec) e do PPG em Ciências Médicas (PPGCM) da Univates está, desde o início de outubro, na Alemanha onde realiza a pesquisa “Coronavirus SARS-CoV-2 Detection and Assay Development”, que tem como objetivo desenvolver um método que aprimore a detecção do vírus em amostra sorológica.

A Univates também realizou a pesquisa Testa Lajeado, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Lajeado que teve como objetivo de analisar, por meio de amostragem probabilística, a prevalência do coronavírus no município do Vale do Taquari nos meses de maio e junho. Os resultados principais da pesquisa foram publicados na revista International Journal of Infectious Diseases.

No Saúde Univates, o Laboratório de Análises Clínicas (LAC – Univates) foi pioneiro na região em realizar exames de Covid, contribuindo para a diminuição do tempo de diagnóstico e suporte aos serviços de saúde do Vale do Taquari, especialmente no primeiro mês de epidemia em março de 2020. Isso só foi possível em função da tecnologia de ponta disponível e por haver profissionais capacitados. Do total de exames demandados por mais de 150 municípios, entre março de 2020 e março de 2021 no LAC, um terço deles, em torno de 34 mil, foram relacionados ao Covid.

O Saúde Univates também organizou a retaguarda de profissionais e de algumas estruturas para o enfrentamento à pandemia, em parceria com entes públicos e privados da região.

De acordo com o diretor do Saúde Univates, Jairo Luís Hoerlle, a atuação na área da saúde foi essencial para melhorar as condições de atendimento dos serviços médicos e hospitalares da região. Foram cedidos respiradores para o Hospital Bruno Born, cilindros de oxigênio para a UPA e também espaços para atendimentos médicos, na estrutura do Centro Clínico, para que a Unimed pudesse ampliar sua estrutura de contingência.

Outras ações desenvolvidas ao longo do último ano relativas ao enfrentamento da Covid pela Univates podem ser conferidas aqui.

Fale com a gente